Quais são as causas do herpes labial?

Causas do herpes labial

O que causa o herpes labial?

Ao sol? Cuidado com o herpes!
A luz solar intensa ou a luz ultravioleta (UV) podem desencadear o aparecimento do herpes labial. Nem os melhores especialistas conseguem explicar o motivo real, mas uma vez que os lábios estão expostos e tendo uma protecção cutânea relativamente fina, tenha cuidado! Da próxima vez que estiver a apanhar sol, deve adoptar cuidados especiais.

Protecção contra o mau tempo
O Inverno é também um mau momento do ano, já que o frio intenso pode causar o desenvolvimento do herpes labial. Proteja-se bem, tente evitar que o frio seque os lábios.

Sempre em festa!
Não se trata de deixar de sair e divertir-se, mas quanto menos tempo dormir, maior será a probabilidade do vírus do Herpes simplex se reactive. A falta de sono afecta o sistema imunitário. Não se esqueça! Quanto menos defesas o seu organismo apresentar, mais forte vai ficar o vírus.

Uma Constipação ou uma Gripe? E lá vem o herpes labial
É bastante evidente que quando se contrai uma constipação, uma gripe ou outra infecção, passa a existir a situação ideal para que o desagradável vírus do Herpes simplex apareça com toda a sua força.
Ao que parece, quando se tem um eczema cutâneo, o herpes labial também se manifesta com uma maior frequência.

O período menstrual
Consegue adivinhar? O vírus do herpes labial pode perfeitamente activar-se por volta da data do período de cada mês. Deve, pelo menos, estar preparada para que tal suceda.

Cuide dos seus lábios

Se sofrer algum traumatismo ou alguma pancada nos lábios, ou se estes sofrerem queimaduras ou cortes, já notou o que lhe pode acontecer? As lesões afectam o sistema imunitário e aí, à espreita, pode aparecer o herpes labial.

Gravidez

A gravidez é como que um semáforo verde para o herpes labial. Quer se sinta maravilhosamente bem quer terrivelmente mal, todas as alterações de humor e tensões que acompanham a gestação servem de porta de entrada para o vírus Herpes simplex.

Se está grávida, fale com o seu médico antes de utilizar Zovirax.

Voltar ao topo

Frequência de herpes labial

Com que frequência é que me aparece o herpes labial?











Duas vezes por ano











Uma vez por mês

 

Uma vez por ano

Sabe que é que o pode ter causado? Não?
Além das causas mais comuns, algumas pessoas reconhecem outro tipo de factores que podem provocar o aparecimento do herpes labial.

Tente lembrar-se que tipo de factores são, quando surgem,  e quando realmente não pode evitá-los. Prepare-se para iniciar imediatamente a aplicação de Zovirax, assim que surjam.

 

Sabe que é que o pode ter causado?. Sim
Há muitos factores que promovem o aparecimento do herpes labial mas, se ocorre com tão baixa ocorrência, pode dever-se apenas a uma constipação ou a uma gripe.

As pessoas, na sua maioria, observam que quando ficam constipadas podem sofrer simultaneamente de herpes labial.

Depois de compreender como é que actua o vírus que provoca o herpes labial, não vai surpreender-se ao  saber que este vírus se aproveita dos momentos de redução das defesas para entrar em acção.

Voltar ao topo

Duas vezes por ano

O herpes labial pode dever-se, neste caso, a factores 'sazonais'. Por exemplo, usa cachecol para proteger a cara quando se expõe ao vento e ao frio? Contra a radiação solar, aplica um bom batom labial com protecção adicional contra raios UV?

Muitas pessoas notam que o herpes labial aparece quando se expõem à luz solar intensa enquanto esquiam ou passam férias na praia. Um creme de protecção solar eficaz pode ser muito útil para combater este problema. Os que são feitos à base de óxido de zinco são provavelmente os cremes solares físicos mais eficientes, dado que bloqueiam os raios UVA e UVB, e hoje em dia são esteticamente muito mais aceitáveis. Em qualquer caso, se não puder evitar estes riscos, quando for de férias não se esqueça de levar consigo o seu tratamento contra o herpes labial.

Voltar ao topo

Quatro vezes por ano

Esta frequência ultrapassa a média geral, que é de dois episódios de herpes labial por ano. Pense se o herpes labial apareceu durante um período mais agitado da sua vida. Se a resposta for afirmativa, poder-se-á ter desencadeado devido ao nível de stress.

Na nossa vida existem alguns episódios especialmente stressantes, como por exemplo uma mudança de casa, os preparativos para o casamento, um exame, a morte de um ente querido, ou problemas no emprego. Todos eles poderão debilitar o sistema imunitário tornando-o mais vulnerável ao herpes labial.

Muitas pessoas atribuem o aparecimento do herpes labial a períodos de stress. Embora seja tentador atribuir ao stress a culpa de todos os tipos de doenças, já não é assim tão fácil descobrir como evitá-las. Não há dúvida que a manutenção de uma excelente forma física e mental é uma boa receita para se manter o vírus inactivo. Se reconhecer que o stress é um factor causador do herpes labial, talvez isso lhe sirva de incentivo para melhorar os seus hábitos e reduzir o seu efeito.

Voltar ao topo

Uma vez por mês

Homen Fazer a barba, bebidas quentes, exposição ao frio
Aparentemente qualquer coisa que possa sensibilizar a zona que rodeia a boca, como por exemplo as bebidas quentes ou pequenos cortes devido ao barbear, é susceptível de provocar uma inflamação que poderá estimular a activação do vírus. Se desejar reduzir o número de episódios de herpes labial, deverá ter mais cuidado com a zona situada à volta dos lábios.

mulher Menstruação (período)
Algumas mulheres observam que o vírus do herpes labial se pode activar na altura da menstruação. Se achar que é uma dessas pessoas, pelo menos poderá prever em que momento é que o problema aparecerá e tenha sempre à mão um tratamento eficaz, para aplicar logo que apareça o primeiro sinal de herpes labial.

Voltar ao topo

De forma irregular

O herpes labial pode aparecer devido a diversos factores da vida diária, tais como cortes ao barbear, a exposição a temperaturas extremas (frio ou calor), a ingestão de bebidas quentes e lesões gerais na zona dos lábios.

Ao que parece, tudo o que possa sensibilizar a área que circunda a boca é susceptível de provocar inflamação, o que poderá estimular a entrada em acção do vírus.

Se deseja reduzir o número de episódios de herpes labial, deverá ter mais cuidado do que a maioria das pessoas na zona dos lábios.

Leia os conselhos que lhe propomos na secção Alguns Conselhos.

Voltar ao topo

Não sei

O herpes labial aparece-lhe em qualquer momento sem qualquer aviso prévio?
Esta ocorrência é pouco frequente, dado que a maioria das pessoas costuma relacionar o início de um episódio com condicionantes como o stress, a luz solar, o período, a exposição a temperaturas extremas e outros.

Se achar que algum dos casos anteriores é um factor importante no aparecimento do herpes labial, consulte a secção sobre Quais são as causas do herpes labial.

Voltar ao topo

Zovirax - Começa a actuar logo após a 1ª aplicação



©2011 GlaxoSmithKline. Todos os direitos reservados.
Zovirax é uma marca comercial do grupo de empresas da GlaxoSmithKline.

Zovirax Creme 50mg/g é um medicamento não sujeito a receita médica e está indicado no tratamento de infecções de vírus herpes simplex nos lábios e na face (herpes labial recorrente).Contém: álcool cetoestearílico (pode causar reacções cutâneas locais, ex: dermatite de contacto) e propilenoglicol (pode causar irritação cutânea).Só deverá ser utilizado em infecções por herpes simplex na face e nos lábios (herpes labial). Não é recomendado para aplicação em mucosas, tais como cavidade oral, olhos e não deverá ser usado para tratar herpes genital. Deve tomar-se particular precaução em evitar a introdução acidental nos olhos. Doentes com herpes labial recorrente muito grave deverão ser aconselhados a consultar o médico. Todos os doentes devem tomar precauções, de modo a evitarem a transmissão potencial do vírus, especialmente na presença de lesões activas.Não é recomendado para doentes gravemente imunocomprometidos (p.ex.: doentes com SIDA ou sujeitos a transplante de medula óssea). Estes doentes devem ser advertidos a consultar o médico para tratamento de qualquer infecção.Leia cuidadosamente as informações incluídas no folheto informativo e em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico.O vírus do herpes labial não tem cura e é contagioso.

AVISO DE FARMACOVIGILÂNCIA Este site não foi desenhado para recolher informação de acontecimentos adversos de produto. Caso queira comunicar algum acontecimento adverso, reacção adversa ou alguma questão de segurança que pensa poder estar relacionada com um produto da GSK, por favor dirija-se aos contactos de Farmacovigilância que encontrará em www.gsk.pt.